O assunto deduções do AdSense está se tornando cada vez mais importante à medida que o número de publishers que enfrentam o problema continua a aumentar. A principal preocupação dos publishers se deve ao fato de que as deduções do AdSense podem ter um efeito drástico em suas receitas de publicidade. Neste post do blog, descobriremos o que são as deduções do AdSense e como podemos evitá-las.


Índice


O que são as deduções do AdSense e quais são as suas causas?

As deduções do AdSense apareceram pela primeira vez no relatório de pagamentos do Google em maio de 2015. O principal motivo para adicionar uma linha extra no relatório foi a necessidade de esclarecer a diferença entre os lucros esperados e o valor final pago a um publisher. Para verificar se a sua conta já foi afetada por deduções do AdSense, acesse a sua conta do AdSense na seção Pagamentos>Transações.

As principais causas para os publishers que enfrentam o problema das deduções do AdSense estão relacionadas ao tráfego inválido e ao posicionamento de anúncios que não atendem à política do Google AdSense. Às vezes, o Google também pode reduzir a receita dos publishers se ocorrerem dificuldades em receber compensações dos anunciantes.

Segundo o Google, tráfego inválido é qualquer atividade (cliques ou impressões) que não é gerada pelo interesse real de um usuário. O termo tráfego inválido inclui tráfego intencionalmente fraudulento e cliques acidentais. Exemplos de tráfego fraudulento podem ser o uso de softwares artificiais, com o objetivo de gerar mais cliques e tráfego, e a aplicação de mensagens que incentivam cliques nos anúncios. Ultimamente, o tráfego inválido por clique acidental tem aumentado. Uma das razões para isso provavelmente se baseia nas tecnologias disponíveis que melhor medem as interações do usuário com a publicidade.

As deduções do AdSense também podem ser resultado do processo de confirmação de cliques, procedimento aplicado pelo Google quando um tráfego inválido é detectado no site. Ao enfrentar uma penalidade de confirmação de cliques, a primeira coisa que você notará é uma queda drástica nos ganhos sem que exista uma queda correspondente no tráfego. Para ter certeza que esse é o caso, verifique as principais métricas, como eCPM, CTR e impressões. As impressões permanecerão consistentes, enquanto as taxas de eCPM e CTR cairão significativamente.

Como o Google aplica deduções?

Para manter um ecossistema digital sustentável, o Google não revela informações concretas sobre quando ou com que frequência o tráfego inválido pode ser encontrado nas páginas da web. No entanto, explica como o processo de dedução é normalmente organizado. Inicialmente, o Google aplica a filtragem em tempo real, cujo efeito você pode observar no seu relatório de receita, ao monitorá-lo regularmente, na forma de variações imprevisíveis. Essas variações ocorrem devido a ajustes automáticos de ganhos feitos pelo Google devido a atividades como cliques duplos, rastreadores, sabotagem etc.

A segunda etapa para ajustes de cliques inválidos é feita durante o processo de finalização e revelada nos relatórios finais no final de cada mês. As deduções adicionais dentro de 60 dias após o pagamento ocorrem com menos frequência.

O que os publishers podem fazer a respeito das deduções do AdSense?

Os publishers não podem fazer muito para recorrer a deduções que já foram feitas. O que eles podem fazer é garantir total conformidade com as políticas do Google AdSense que ajudarão a evitar deduções do AdSense. Além disso, os publishers podem notificar a Equipe do Google usando o Formulário de contato de cliques inválidos, se perceberem níveis incomuns de atividade inválida no site.

Como evitar deduções do AdSense?

A melhor maneira de evitar qualquer forma de dedução em sua conta é seguir as orientações do Google sobre como garantir o posicionamento correto do anúncio e evitar tráfego inválido no seu site.

Abaixo, você encontra uma lista de recomendações que ajudarão você a evitar deduções do AdSense.

  • Concentre-se em garantir o correto posicionamento do anúncio:não implemente anúncios muito perto de elementos clicáveis do site, como por exemplo o menu de navegação ou links para downloads. Adicione margens, caso necessário.
  • Verifique se os seus anúncios são distinguíveis do conteúdo principal: identifique todos os seus blocos de anúncios como “Publicidade” ou “Links patrocinados”.
  • Controle o posicionamento de anúncios nos diferentes tipos de dispositivos: garanta o posicionamento correto do banner no computador e no dispositivo móvel.
  • Não engane os usuários: é proibido usar truques enganosos, como oferecer compensação, usar cabeçalhos confusos ou atrair a atenção de anúncios de maneira não natural.
  • Esteja atento ao tráfego do site: evite tráfego de fontes pagas e execute análises de qualidade de tráfego regularmente.

Para entender melhor as políticas de posicionamento de anúncios, visite Google AdSense Policy Centre.

Entendemos que não é fácil cumprir todas as políticas e regulamentos. Aqui na Clickio, desde o início, desenvolvemos nossos produtos de acordo com as regras, para proteger os publishers de quaisquer violações que possam afetar significativamente os resultados da receita de monetização. Uma maneira de evitar deduções do AdSense é utilizar Prism – uma tecnologia desenvolvida pela Clickio que transforma qualquer site de conteúdo em um progressive web app. Além de aumentar a velocidade do site, o envolvimento do usuário e a receita, a tecnologia também cumpre todos os regulamentos, proporcionando uma melhor experiência aos usuários.

Entre em contato conosco se você quiser saber mais.