Os Core Web Vitals (CWVs) já estão tendo um impacto nas classificações de pesquisa e devem ganhar ainda mais importância em 2022. Neste artigo, veremos o porquê disso e o que os publishers podem fazer a respeito.

Resumo

O que são os Core Web Vitals?

Conforme explicado anteriormente nesse post do blog, o Google introduziu um novo conjunto de métricas denominado “Web Vitals” em maio de 2020. Essas métricas visam ajudar os desenvolvedores e proprietários de sites na otimização de seus sites para fornecer uma boa experiência do usuário.

O conjunto atual de Core Web Vitals consiste em três métricas: Largest Contentful Paint (LCP), First Input Delay (FID) e Cumulative Layout Shift (CLS), com cada um deles enfocando um aspecto específico da experiência do usuário.

  • Largest Contentful Paint (LCP) mede a velocidade de carregamento – em outras palavras, quão rápido seu site aparece na tela
  • Cumulative Layout Shift (CLS) mede a estabilidade visual – essencialmente a quantidade de coisas inesperadas ou quanto seu conteúdo se move durante a fase de carregamento
  • First Input Delay (FID) considera a interatividade – ou quanto tempo leva para o site responder depois que um usuário interage com ele (por exemplo, clicando em um link)

Quatro motivos pelos quais os publishers precisarão prestar mais atenção nos Core Web Vitals em 2022


1. Google está introduzindo os Core Web Vitals gradualmente

O Google anunciou a introdução dos Core Web Vitals em maio de 2020, mas só começou a usá-los como um fator de classificação de pesquisa um ano depois, com uma implementação gradual entre junho e agosto de 2021. Ao contrário de algumas de suas atualizações de pesquisa, com os Core Web Vitals o Google está claramente indo devagar e muitos dos eventuais impactos nas classificações de pesquisa podem não ser totalmente sentidos ainda.


2. As métricas dos Core Web Vitals podem mudar

O Google indicou que as métricas dos Core Web Vitals podem evoluir com o tempo e disse que “vai incorporar mais indicadores de experiência na página da web anualmente.” Seu objetivo é “alinhar-se com as expectativas do usuário em constante mudança e aumentar os elementos mensuráveis ​​da experiência do usuário”. Portanto, mesmo que seu site esteja indo bem nas métricas atuais, é uma boa ideia acompanhar a experiência do usuário e estar preparado para quaisquer mudanças que possam ocorrer.


3. Core Web Vitals irá afetar o tráfego de desktop a partir de fevereiro 2022

Na verdade, uma mudança significativa já foi confirmada. Até agora, os Core Web Vitals tinham sido usados apenas como um fator de classificação para tráfego móvel, mas em novembro o Google anunciou que começaria a incorporar indicadores de experiência de página em suas classificações de desktop a partir de fevereiro de 2022.

Outros indicadores da experiência da página em desktop permanecerão inalterados, como segurança HTTPS e a ausência de anúncios em banners invasivos. Embora o sinal de otimização móvel continue a ser usado em classificações móveis, ele não terá efeito em desktop.

Espera-se que esta atualização seja concluída em março e não está claro qual será o impacto que ela terá. No entanto, isso significa que mesmo aqueles que não têm uma grande porcentagem de tráfego mobile precisarão se interessar, tornando ainda mais importante monitorar os Core Web Vitals.


4. Os seus concorrentes estão agindo

Muitos publishers têm demorado muito para começar a otimizar seus Core Web Vitals, mas uma porcentagem crescente está se mobilizando.

Os dados do relatório mensal de experiência do usuário do Google mostram que, entre maio e outubro de 2021, a conformidade geral com o CWV em todos os sites globalmente aumentou 58%. Em outubro:

  • 44% dos sites estavam em compliance com o LCP
  • 91% em compliance com FID
  • 71% atenderam aos requisitos do CLS

No final das contas, se sua empresa ainda não prestou muita atenção a essas métricas, ela pode sofrer o preço da inação à medida que você começa a ficar abaixo de seus concorrentes nas classificações de pesquisa do Google.

Como manter seus Core Web Vitals altos

Em primeiro lugar, você pode fazer uma verificação rápida de seus Core Web Vitals gratuitamente aqui.

Mesmo que sua pontuação seja boa, é importante verificá-la continuamente. O Clickio Web Vitals Monitoring rastreia suas pontuações em tempo real, com base nas interações reais do usuário, para que você possa otimizar seu site de acordo.

A versão básica está disponível gratuitamente. Se você já é publisher da Clickio, basta acessar a seção Web Vitals Monitoring da plataforma a ser ativada.

Se você ainda não se cadastrou na Clickio, pode fazer isso gratuitamente aqui.