Seu site foi afetado pela última grande atualização de algoritmo do Google? Aqui estão seis maneiras de otimizar seus Core Web Vitals, melhorando a velocidade do site e a experiência do usuário.

Como explicamos em uma postagem anterior no blog, os Core Web Vitals foram criados pelo Google no ano passado para medir os principais aspectos da experiência do usuário em uma página. Em junho de 2021, o Google começou a introduzi-los como um fator de classificação de pesquisa, com as mudanças devendo ter sido implementadas no final de agosto. Portanto, agora é a hora de verificá-los e certificar-se de que seu site não está sendo penalizado. 


Índice


Então, o que são exatamente os Core Web Vitals?

As métricas que compõem os Core Web Vitals irão evoluir com o tempo, mas inicialmente estão focadas em três áreas – First Input Delay (FID), Largest Contentful Paint (LCP) e Cumulative Layout Shift (CLS). Vamos dar uma olhada em cada uma.

  • First Input Delay (FID) ou latência na primeira entrada mede a interatividade ou capacidade de resposta. Este sinal quantifica o período de tempo entre o momento em que o usuário interage pela primeira vez com uma página da web (por exemplo, clicando em um link ou botão) e o momento em que o site realmente responde a essa interação (por exemplo, abrindo o link). De acordo com o Google, para fornecer uma boa experiência ao usuário, os sites devem ter uma latência na primeira entrada inferior a 100 milissegundos.
  • Largest Contentful Paint (LCP) ou maior exibição de conteúdo quantifica a velocidade de carregamento de um site. Especificamente, ele mede quanto tempo leva para o bloco de conteúdo principal de uma página – geralmente uma imagem ou vídeo – carregar. Isso mede o desempenho de carregamento. Para fornecer uma boa experiência ao usuário, o LCP deve ocorrer dentro de 2,5 segundos após o início do carregamento da página.
  • Cumulative Layout Shift (CLS) ou mudança de layout cumulativa é uma medida de estabilidade visual. O CLS mede a quantidade de mudanças inesperadas de layout que ocorrem enquanto a página da web está carregando (por exemplo, texto que se move para cima e para baixo na página ou um link que muda de posição enquanto o usuário tenta clicar nele). Em uma faixa que vai de 0 (sem mudanças) a 1 (mudanças máximas), de acordo com o Google, um site oferece uma boa experiência do usuário se seu CLS for inferior a 0,1.

Além dos Core Web Vitals principais, também existem três métricas não essenciais que afetam a forma como o Google mede a experiência do usuário na página. Estes são:

  • First Contentful Paint: quanto tempo leva para renderizar a primeira parte do conteúdo na página
  • Speed Index – a rapidez com que o conteúdo é exibido visualmente durante o carregamento
  • Time to interactive – quanto tempo leva para um site ser totalmente interativo para os visitantes (ou seja, para que eles possam clicar em links, etc.)

Seis dicas para melhorar seus Core Web Vitals

Como os Core Web Vitals foram recentemente incorporados às classificações de pesquisa, é importante verificar o desempenho do seu site. É possível fazer isso usando o próprio Search Console do Google ou o Page Insights, ou por meio de uma verificação gratuita dos Core Web Vitals, como esta da Clickio.

Caso o seu site não seja compatível com os Core Web Vitals, aqui estão seis dicas úteis para ajudá-lo a melhorar sua pontuação.

1. Otimize as suas imagens

Para muitos sites, é provável que a parte mais rica em conteúdo seja uma imagem, talvez um grande carrossel ou uma imagem no topo da página. Em primeiro lugar, considere se realmente precisa da imagem – o que ela adiciona? Caso precise, pense em compactá-la, convertê-la em um formato mais recente (como JPEG 2000, JPEG XR ou WebP) ou torná-la responsiva.

2. Implemente o carregamento lento (lazy loading)

Não precisa carregar todas as imagens imediatamente. Implemente o carregamento lento para que as suas imagens carreguem apenas no momento em que o usuário rolar para baixo até essa área da página. Isso reduzirá sua velocidade de carregamento e aumentará sua pontuação de LCP. Além disso, é provável que mantenha seus visitantes na página e diminua sua taxa de rejeição.

3. Otimize suas fontes

As fontes podem ter um impacto muito maior no tempo de carregamento de um site do que podemos esperar. Por padrão, um navegador não renderiza imediatamente um elemento de texto se as fontes da web associadas ainda não tiverem sido carregadas – e se você usar uma fonte substituta, isso pode causar mudanças de layout quando a fonte da web for carregada. Portanto, tente limitar as fontes apenas as que você realmente precisa – e use um comando de pré-carregamento para que a fonte comece a carregar mais cedo.

4. Verifique seus scripts de terceiros

Talvez nem seja o conteúdo deixando seu site mais lento. Se você estiver executando scripts de terceiros para anúncios, rastreadores de dados, botões de mídia social ou plugins, pense se você realmente precisa de todos eles. Existe alguma duplicação, existem opções alternativas ou o script pode ser melhor otimizado?

5. Use uma rede de distribuição de conteúdo

Velocidade é a chave dos Core Web Vitals e, se você tem um público global, geralmente pode demorar um pouco para que seu conteúdo chegue até ele. Usar uma rede de entrega de conteúdo global, como Cloudflare, significa que você pode armazenar em cache seu conteúdo em servidores proxy em todo o mundo e entregá-lo rapidamente aos seus visitantes, onde quer que estejam.

6. Reserve espaço onde carregar os anúncios

Já tentou clicar em um link para um artigo apenas para descobrir que a página mudou repentinamente e você acabou clicando em um anúncio? É uma causa importante e comum de frustração para os usuários do site, e é por isso que a mudança cumulativa de layout é um dos principais pontos dos Core Web Vitals.

Impeça a mudança, adicionando a largura e a altura do local do anúncio. Dessa forma, o navegador deixará espaço para a imagem até que ela carregue – eliminando irregularidades na página. No entanto, lembre-se de que anúncios menores podem carregar dentro do espaço, então certifique-se de estilizá-los adequadamente – e usar layouts de anúncios adaptáveis ​​para garantir que você esteja se adaptando ao tamanho da tela e à velocidade de conexão de cada usuário.

Precisa de ajuda?

Na Clickio, monitoramos continuamente os Core Web Vitals de mais de 500 editores em todo o mundo que usam nossa plataforma de publicidade baseada em inteligência artificial. Com HTML / CSS leve, carregamento lento inteligente e cache de site completo por meio de um CDN global, nossa tecnologia Prism fácil de implementar otimiza automaticamente seu site para um desempenho mais rápido e melhor experiência do usuário.

Para descobrir como o Prism pode ajudá-lo a melhorar seu Core Web Vitals, clique aqui.