Se você é um publisher e deseja maximizar o valor do seu inventário, há algo que você deve considerar: visibilidade. Neste post, vamos explicar o que é visibilidade, por que é tão importante e como otimizá-la.


Índice


O que é visibilidade

Vamos começar com uma pergunta: todos os blocos de anúncios de uma página da web são igualmente produtivos? A resposta é “não”. Dependendo da posição deles na página (e não apenas isso), os blocos de anúncios podem ser mais ou menos eficazes e, portanto, ter valores diferentes para os compradores. Esse conceito está relacionado à probabilidade de os anúncios serem visualizados: se o espaço do anúncio for bem visível, ele terá mais possibilidades de ser notado e clicado.

A visibilidade é uma métrica para blocos de anúncios digitais que mede quão “visíveis” os anúncios em um site ou aplicativo móvel são para usuários.

Como podemos medir a visibilidade de uma impressão

Mas quando um anúncio pode ser considerado “visível”? Não é fácil dar uma resposta única a essa pergunta, pois existem opiniões diferentes sobre esse tópico. No entanto, normalmente usa-se a definição padrão do IAB de uma impressão visível. De acordo com o IAB, um bloco de anúncios é visível quando atende aos seguintes critérios:

  • Para anúncios gráficos, 50% dos pixels do anúncio ficam visíveis na janela do navegador por pelo menos um segundo contínuo;
  • Para anúncios maiores (maiores que 242.000 pixels), 30% dos pixels do anúncio ficam visíveis na janela do navegador por pelo menos um segundo contínuo;
  • Para anúncios em vídeo in-stream, 50% dos pixels do anúncio ficam visíveis na janela do navegador por pelo menos dois segundos contínuos.

Dito isso, é fácil imaginar que alguns blocos de anúncios são mais visíveis do que outros em uma página da web. Isso pode depender de diferentes fatores. Primeiro de tudo, depende da sua posição. Se dividirmos uma página em “acima da dobra” (a metade superior da página) e “abaixo da dobra” (a metade inferior), os dados do Google dizem que 68% das impressões “acima” são geralmente visíveis, enquanto apenas 40% do “abaixo” são visíveis. Mas também há outros elementos que podem influenciar a visibilidade, por exemplo, o dispositivo usado (computador ou celular) ou o formato do banner: novamente, o Google diz que normalmente os anúncios verticais são mais visíveis do que os horizontais. Além disso, não devemos esquecer de mencionar o tempo de carregamento dos anúncios, outro fator que pode afetar a probabilidade de um anúncio ser visto.

Existem diferentes ferramentas no mercado para medir a visibilidade. O Google, por exemplo, oferece uma solução gratuita e integrada em todas as suas plataformas. É chamado de Active View e pode medir em tempo real se um anúncio é visível ou não, com base na medição direta de cada impressão.

Por que a visibilidade é tão importante

Conhecer a visibilidade de suas impressões é muito importante, pois essa métrica está rapidamente se tornando a moeda usada pelos anunciantes para avaliar um inventário.

No passado, os anunciantes costumavam avaliar o sucesso de suas campanhas pela métrica “taxa de cliques”, obtida dividindo o número de impressões veiculadas pelo número de cliques. Quando o conceito de “visibilidade” se tornou popular, a atenção dos anunciantes foi progressivamente deslocada do número de impressões veiculadas para a quantidade de visualizações, estabelecendo novos métodos para medir a eficácia de uma campanha. É por isso que, hoje em dia, é essencial que os publishers tornem seu inventário mais atraente, otimizando sua visibilidade.

Como otimizar a visibilidade

Então, como os publishers podem otimizar a visibilidade de seus anúncios? Existem muitos caminhos.

  • Em primeiro lugar, os publishers devem implementar blocos de anúncios em partes visíveis da página da Web, como na área “acima da dobra”. Uma alternativa poderia ser inserir anúncios de posição fixa, que permaneçam visíveis enquanto o usuário rola a página para baixo (mas é melhor não exceder, caso contrário, há o risco de piorar a experiência do usuário);
  • Como o mesmo bloco de anúncios pode ter visibilidade diferente, dependendo do dispositivo usado, é uma prática inteligente desenvolver páginas responsivas para dispositivos móveis, que são redimensionadas de acordo com o dispositivo (computador, smartphone, tablet);
  • Os publishers também não devem esquecer o fator “tempo de carregamento”. É importante evitar elementos gráficos pesados ​​e latências na veiculação de anúncios, caso contrário, o usuário poderá abandonar a página da web mesmo antes da exibição dos anúncios. Nesse sentido, uma boa estratégia seria usar o Lazy Loading, também conhecido como Smart Loading, que só veicula anúncios quando necessário. Por exemplo, quando os usuários acessam uma página da web, não há necessidade de exibir anúncios “abaixo da dobra” antes de começar a rolar a página. Essas técnicas ajudam a minimizar as latências e garantem um alívio geral do processo de carregamento da página.

Em qualquer caso, é sempre útil verificar a estratégia de otimização usando ferramentas que medem a visibilidade, a fim de descobrir se são necessários ajustes adicionais. Além do Active View do Google, existem outras soluções oferecidas por empresas especializadas. Também é muito importante analisar a visibilidade dos tipos de dispositivo separadamente. O mesmo bloco de anúncios no computador pode ter, por exemplo, uma visibilidade de 70%, mas apenas 10% no celular, e, portanto, deve ser removido do celular.

Prestar atenção à visibilidade dos seus anúncios é fundamental se você quiser aumentar o valor do seu inventário. Os compradores querem evitar o desperdício de investimentos em anúncios e, por isso, tendem a comprar impressões visíveis. Melhorar a visibilidade dos seus anúncios significa ser mais atraente no mercado, aumentando assim as receitas do seu anúncio.